Desemprego fica em 12,6% e atinge 13,1 milhões de brasileiros

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 12,6% no trimestre encerrado em agosto deste ano. No período, o país tinha 13,1 milhões de desempregados. No trimestre anterior, encerrado em maio, a taxa estava em 13,3%, de acordo com dados do IBGE.

Em agosto do ano passado, a taxa registrada foi de 11,8%. Em um ano, então, houve um aumento de 9,1% no índice, ou 1,1 milhão de desempregados a mais.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) contínua, divulgada nesta sexta-feira (29) pelo IBGE.

A população ocupada chegou a 91,1 milhões de pessoas no país, um crescimento de 1,5% (1,4 milhão de pessoas) na comparação com maio e de 1% na comparação com agosto do ano passado. Mais da metade do 1,4 milhão de empregos criados foi sem carteira assinada ou por conta própria.

Foram criados 286 mil postos de trabalho sem carteira assinada de maio a agosto, totalizando 10,8 milhões de pessoas. O aumento chegou a 2,7% em relação a maio e 5,4% na comparação com agosto do ano passado. Foram criados 286 mil postos de trabalho sem carteira assinada de maio a agosto

Outros 472 mil postos foram criados na categoria de trabalho por conta própria de maio a agosto. O número de trabalhadores nesta categoria chegou a 22,8 milhões em agosto, 2,1% a mais do que maio e 2,8% a mais do que em agosto.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada, de 33,4 milhões, ficou estável em relação a maio e caiu 2,2% frente a agosto de 2016, pois foram encerrados 765 mil postos no período.

Jornal do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *